Sobre meninos e homens

sábado, 19 de fevereiro de 2011

ou Sobre meninas e mulheres.

Bom, o Post nada Sóbrio de Sábado já está virando uma tradição e tem sido um dos mais acessados e comentados dO Metafísico, o que leva a um assunto interessante: Álcool.

Sempre tem um aluno que me pergunta: "Professor, você bebe?"

Procuro me esquivar de uma resposta muito sincera, algo como um "Pra cacete", pra poder manter um certa compostura e evitar conversinhas de corredor.

Mas sempre penso muito no assunto, e acho que as pessoas quando perguntam se alguém bebe estão fazendo a pergunta errada.

A questão não é beber ou não, mas sim o porque beber e o como beber.

Você bebe pra enfrentar seus problemas e sufocar as angústias?

Sinto muito, mas você tá fudido. A única coisa que vai conseguir é mais problemas e mais porres pra esquecê-los. Seu fim provavelmente será a sarjeta ou a cirrose ou os dois.

Você bebe porque todo mundo bebe?

Sinto muito mas você está mais fudido que o outro cara... Vai ter que aturar a ressaca e o remorso.

Agora se você bebe para se descontrair, curte realmente o paladar da bebida. Sabe exatamente do que gosta e do que não gosta... Não sai por aí bebendo qualquer mijo que botam no seu copo...

Você provavelmente vai se divertir um bocado e ter uma vida muito mais leve e despreocupada. Não se tornará alguém chato com facilidade e provavelmente não será um bom candidato a stress.

Outra pergunta errada pra mim é: "Você sabe a hora certa de parar?"

Gosto muito mais de "Você sabe a hora certa de enfiar o pé na jaca?"

Mais importante que saber quando parar é saber quando, onde e com quem você pode chutar o balde. Porque afinal de contas às vezes a gente merece.

São essas exatamente as perguntas que separam os meninos e meninas que saem pra balada, toma quase todas e enfiam a cara num poste qualquer, dos homens e mulheres que bebem hoje e beberão pelos próximos cinqüenta anos, tendo muita história pra contar mas se saindo bem de [quase] todas.

E você, já cresceu?

Pra finalizar, vou fazer algo diferente: Dar uma dica de drink. Um dos meus favoritos. Simples e prático, mas maravilhoso. A manifestação máxima da Navalha de Occan no mundo da mixologia.


Screwdriver.

Misture 100 ml de suco de laranja, 50 ml de vodka e bastante gelo. Está pronto!

Mas atenção na proporção, ou o máximo que você vai conseguir é um suco de laranja sujo. Os mais exigentes devem misturar usando uma chave de fenda.

Diz a lenda que ele recebe esse nome porque iniciou-se com engenheiros norte-americanos que misturavam secretamente vodka ao suco durante o trabalho e usavam para isso suas chaves de fenda.


Mais tarde eu volto um pouco menos sóbrio.



Postado ao som de "Carolina" - Seu Jorge.


Simpl

1 comentários:

Sabrina disse...

Oi professor!sou eu Sabrina(da FG 1002) que endava com a Marcelle e a Taimara,lembra?
Havia me esquecido do seu blog.Até que uma belo dia(não tão belo) decidi relembrar o passado na minha antiga escola e peguei o caderno velho para dar uma olhadela(muita mínima)então,olhando para tudo que você passou(confesso que não foi uma sensação muito boa olhar todas aquelas contas novamente)vi algo escrito no canto inferior esquerdo(bonito!)da folha:seu blog.
tive a idéia de acessá-lo e cá estou.
Confesso(novamente)que não entendo muitos pensamentos seus(são complexos demais para mim)
mas,continuo lendo suas postagens.
seu blog é muito legal!
professor,que horror! você bebe muito.
kkkkkkk xau