Estar vivo...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Acabei de ler um comentário do Bahamut num dos meus posts e várias coisas me passam pela cabeça...

Foi no post Voltas que a vida dá..., e quando eu falei sobre sonhar, ele deixou um comentário extraordinário:

"vc só pode dizer se esta realmente vivo se ainda sonha e acredita nos seus sonhos."

Fico agora pensando... Quais poderam ser os critérios para se dizer se uma pessoa está realmente viva?

O que é viver?

Um coração batendo e um cérebro em ordem não pode ser o suficiente...

Sonhar e acreditar nos sonhos com certeza é um excelente indicador...

Eu destacaria ainda a capacidade de sorrir (digo sorrir mesmo, e não simplesmente dar risadas), a capacidade de amar, e principalmente a capacidade de mudar.

Uma das coisas que eu acho mais importantes é o reconhecimento do caráter incompleto e mutante do ser humano.

Hoje não sou o mesmo de ontem, por um acaso ontem estive lendo meus primeiros posts e reconhecendo isso: o Metafísico de dois anos atrás não é o mesmo Metafísico de hoje... que não sera o mesmo de amanhã...

Adoro essa parte! :D

Dessa vez vou terminar com palavras de ordem:

Vivam!
Amem!
Sonhem!
Sorriam!

Mudem!!


Postado ao som de "Enter Sandman" - Metallica

Elevar-se...

domingo, 17 de janeiro de 2010

Hoje estive ouvindo por tabela uma rádio religiosa...

Eu estava voltado pra casa depois de uma prova de concurso e uma coisa muito me chamou a atenção, algo que eu já tinha ouvido várias vezes mas nunca tinha reparado.

O uso da expressão "elevar-se em oração".

Comecei então a refletir sobre vários aspectos desta expressão. Por favor, não estou julgando nada nem ninguém, quero apenas oferecer um ponto de vista pouco ortodoxo nesta interpretação.

Elevar-se, por definição, é o ato de erguer-se, ter sua altura aumentada.

A princípio buscamos com isso atingir pontos mais altos, como por exemplo, um estado de comunhão com deus (seja quem for que você chame de deus, repare que isso não depende de religião).

Entretanto, se analisarmos de uma maneira mais profunda, vemos que a altura na qual alguém se encontra é uma medida mais exata quando comparada com sua distância do nível do solo.

Desta maneira, elevar-se é distanciar-se do mundo e desta forma ficar mais longe de nossa natureza mortal e pecadora.

Contudo creio que pagamos um preço alto demais por isso: ao distanciarmo-nos do mundo, acabamos por nos distanciar também de nossos semelhantes.

Olhem em volta e vejam se não é verdade: o momento mais profundo de nossas orações geralmente é um momento solitário.

Vale a pena deixarmos nossos irmãos de lado para sevir a Deus pura e simplesmente? Ou podemos melhor servir a Deus se ao invés de nos "elevarmos" a ele nos mantivermos no nível do mundo e de nossos semelhantes?

Deus não precisa de nós, não precisa de nossa veneração, de nossa adoração. Ele está bem, por definição ele está bem.

Mas nossos irmãos não estão!! Eles sofrem, eles padecem, eles choram. Melhor dizendo: Nós sofremos, nós padecemos, nós choramos.

Se é assim, porque esquecer do mundo para se dedicar a Deus? Porque precisamos tanto enxergar um Deus fora do ser humano?



Postado ao som de "Warboys" - Queen+Paul Rodgers

Voltas que a vida dá...

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Bom, voltemos às divagações...

Neste fim de período eu acabei passando por um dos meus piores momentos dentro da universidade: por muito pouco não reprovo uma disciplina nas portas de me formar. Quando digo pouco é pouco mesmo, eu quase até desisti de tentar.

Bom, isso me fez ter que reformular tudo o que eu havia planejado para 2010, de uma maneira muito triste eu já me preparava para começar a recolher os cacos...

Foi então que eu percebi uma coisa: o quanto é necessário sempre refazer e repensar os nossos planos. Foi só quando eu quase tive que começar tudo de novo que eu percebi quantos sonhos ainda faltavam por realizar, quantas coisas boas eu poderia fazer se o pior ocorresse...

No fim das contas percebi com certa estranheza que eu já estava quase torcendo pra me dar mal nas últimas provas... rsrs

É bom quando a vida dá essas reviravoltas, mesmo que a gente se desespere na hora, e só uma pessoa de verdade sabe o quanto eu me desesperei, mesmo que tudo pareça ruir, sempre dá pra olhar por um outro caminho, sempre vai haver um sonho para perseguir.

Por isso, hoje não vou fazer perguntas retóricas, hoje vou fazer uma afirmação!

Sonhem, sonhem sempre e cada vez mais. Não tenham medo de sair do chão, porque quando tudo mais ruir ainda lhes restarão perseguirem seus sonhos.

De propósito não vou contar como minha história terminou... rs Ela não é importante, o importante foi o que eu aprendi com ela.



Postado ao som de "How I Wish You Where Here" - Pink Floyd

Sobre diferenças entre aprender e ensinar

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Vou mais uma vez me debruçar sobre um tema que já tenho falado aqui algumas vezes: Educação.

Hoje estive conversando com alguns amigos sobre a atuação de alguns professores e alguns exemplos de práticas educativas.

Uma coisa interessante sobre o assunto é a divergência drástica que existe no pensamento dos educadores quanto à responsabilidade na questão da aprendizagem.

Uns pensam que aprender é uma responsabilidade do aluno.

Outros que o aprender do aluno é uma responsabilidade do professor.

Incrível como podemos notar isso em cada um. Mesmo os alunos se dividem entre estas duas vertentes.

E então, de quem é a responsabilidade?

Foi o aluno que não aprendeu ou foi o professor que não ensinou?

Toda esta discussão nasce de uma inquietação pessoal minha: Porque diferenciar de maneira tão drástica o ensinar e o aprender?

Porque não podemos encarar a coisa como sendo simplesmente parte de um empreendimento complexo de re-Construir constante do ser humano, seja ele professor ou estudante?

Será que apenas o aluno é modificado pela aula?



Postado ao som de "Before you accuse me" - Eric Clapton

Em breve na blogosfera...

terça-feira, 12 de janeiro de 2010



A internet é não é uma coisa.

A internet é um lugar...

Lugares podem possuir coisas interessantes, e a internet com certeza também tem as suas.

Quando eu postei o selo Trabalho Duro em 2010 eu sem querer dei o selo pra um blog que ainda não existia, mas que agora vai existir!

Podem aguardar e conferir: Sopa de Confeitos. A mais nova guloseima visual e intelectual da rede! (nossa isso ficou bonito... rs)

E não poderia ser diferente tratando-se de quem está escrevendo... Meu Deus! É o blog da Vivian!!

:D


Por enquanto ele ainda está em fase do ajuste do layout, mas em breve vocês poderão conferir e como eu ter o privilégio de dividir pensamentos com essa pessoa...



Postado ao som de "Hammer to Fall" - Queen+Paul Rodgers

Cara nova!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Bom, foi um pouquinho depois do Ano Novo, mas consegui!

O Metafísico de cara nova!!

Ainda bem que eu lembrei de avisar, senão ninguém perceberia...

Amanhã é minha última prova, prometo um post interessante depois dela.


PS: Valeu pelas dicas, Vivian! :D

Postado ao som de "Comatose" - Pearl Jam

É verdade...

Vocês sabiam que o estado de um sistema quântico é caracterizado por uma função de onda tal que esta satisfaça a equação de Schrödinger?

Pois é...

E esse estado pode ser ainda representado na notação de Dirac por um vetor "bra" no espaço de Hilbert... Vê se pode...

rsrs


Pois é, gente, quando essa loucura de prova passar eu volto a postar coisas interessantes...

Não que o que eu postava antes era interessante, mas vocês entenderam.


PS: As variáveis físicas devem ser obtidas pela atuação de operadores lineares hermitianos na função de onda, e se o comutador entre dois operadores que caracterizam duas grandezas for zero, estas podem ser medidas simultaneamente.


Postado ao som de "'39" - Queen

O pior de todos...

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Por aqui eu já falei sobre vários sentimentos...

Já falei sobre amor, felicidade, tristeza, medo, dor, até falei sobre mau humor...

Contudo, aqui eu ainda não falei sobre o pior sentimento de todos, ao menos para mim.

Talvez essa sensação pra mim seja pior do que tudo que possa acontecer.

Angústia...


Um misto de medo do futuro com desensperança com insegurança, com não ter o que fazer...

Com não saber o que fazer, com um aerto no coração, com um monte de coisas mais todas ruins...

Odeio ficar angustiado.

Odeio perder o rumo.

Odeio ser fraco.


Postado ao som de nada.

Trabalho Duro em 2010 (selo)

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010



Bom, 2009 veio... 2009 durou... 2009 passou...

Ontem foi um dia para relembrar o ano que passou e sonhar com o ano que viria...

Pois bem: o ano veio.

Agora estamos em 2010.

Tendo esse fato em mente, lanço um novo selo: o selo Trabalho Duro em 2010. Este selo se dedica a quem vai fazer de 2010 um ano melhor, pra quem vai melhorar a própria vida e das pessoas ao seu redor.

As regras são as seguintes:

1. Publique o selo dizendo quem te indicou para ele.

2. Estabeleça pra você mesmo cinco metas práticas para 2010, elas seram seu compromisso e nós seremos as testemunhas.

3. Indique mais alguns blogueiros, com seus respectivos blogs, para receber o selo Trabalho Duro em 2010. Não vamos nos ater a números... sempre sobra alguém ou falta alguém... rs

4. Cumpra suas metas!!

Reparem que este selo não é para o Blog e sim para o Blogueiro...


Pois bem... Eu começo...

Minhas metas:

1. Me estabelecer profissionalmente (me formo em fevereiro);

2. Atualizar O Metafísico pelo menos dia sim dia não;

3. Me firmar academicamente, pesquisando em Ensino de Física;

4. Colocar em prática minhas idéias de Ensino de Física Moberna em Nível Básico;

5. Alcançar independência moral e financeira.


Meus indicados:

1. Lioness - Toca da Leoa

2. Ansan - Canções do Homem Lua e Paranóia Minha (escolhe um pra postar o selo... rs)

3. Tone - Manual Básico do Solteiro Imprestável


Se eu pudesse eu indicava pra uns não blogueiros também:
Os Anônimos que de vez em quando aparecem :)
A Vívian, que um dia ainda convenço a fazer um...
O Mairo, claro! Tá na hora de escrever mais, heim... cadê seu blog? rs


Postado ao som de "Starman" - David Bowie