Borboletas e flores

quinta-feira, 3 de março de 2011





"Borboleta parece flor, que o vento tirou pra dançar...
Flor parece a gente, pois somos sementes do que ainda virá..."


Funciona mais ou menos assim...

Existem pessoas muito, mas muito especiais.

Pessoas que entram na nossa vida e a gente sabe que não vai sair tão cedo. E fica feliz por isso.

Pessoas que nos mostram a cada dia o valor da perseverança, da amizade e de estampar sempre um sorriso no rosto.

Pessoas que são comprovações fatídicas das traquinagens da natureza, ao dotar alguém de toda a sabedoria do mundo com uma alma mais jovem que a brisa leve.

Pessoas que conseguem falar sério sorrindo, que conseguem contar uma boa história sem você sentir o que está acontecendo ao seu redor.

Pessoas que ensinam sem parecer nem um pouco arrogantes.

Mais um ano de vida não é coisa que se comemore todo dia...


Parabéns, Flor. Que a vida lhe traga agradáveis surpresas e tudo o que ela tiver de melhor.



Postado ao som de "Sonho de uma flauta" - Teatro Mágico.

1 comentários:

Anônimo disse...

Estou encantada com o presente.
Muito obrigada! Tenho certeza que o privilégio é meu encontrar você nesse caminho.
Você é poeta. Obrigada mesmo! Vou emoldurar seu escrito e colocar na minha parede.
Pra você um escrito de Leminski (1991). Acredito traduzir o que não consigo escrever sozinha.


“Amar é um elo
Entre o azul
E o amarelo”

Beijo
Flor