Livros na estante...

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Recentemente terminei de ler um livro...

E com isto várias coisas vieram à minha cabeça.

Pensem em quanto tempo algiém é capaz de desprender de sua vida para escrever um livro, o como cada página tem o suor de alguém que muitas vezes deixou de dormir ou mesmo de ficar com sua família para compartilhar conosco um pouco de suas idéias!

Como é bom saber que ainda existem pessoas assim! Num mundo onde as pessoas sequer param para ler de ver enquando, saber que ainda existem péssoas que escrevem é um alívio.

Agora pensem em outra coisa: os livros que você tem na estante.

Aqueles que você nunca leu ou mesmo aqueles que não saem do lugar a anos.

É justo com alguém que dedicou meses da sua vida preparando-o que você o condene ao isolamento por tanto tempo?

Empreste seus livros! Essa é a única forma de manter viva esta chama de cultura em nossa tão fragilizada sociedade.

Faça com que outros também possam lê-los, não por caridade, mas simplesmente para que o livro possa cumprir seu papel.

Aí você me diz: mas meus livros vão ficar velhos e gastos!
E eu respondo: Dane-se! Em breve você também vai estar velho e gasto! Pelo menos na minha simples opinião, meus livros mais belos são aqueles que quase nunca param na minha casa, que vão passando de mão em mão até o ponto de eu não saber mais com quem está! Mas mesmo sem saber pra quem eu emprestei, eles sempre voltam, raras foram as vezes em que perdi um livro (só me lembro de uma), então também não tem a desculpa de que não vão devolver: vão devolver sim.

Livros foram feitos para serem lidos e não para acumularem poeira!


PS: Aos curiosos o livro que acabo de ler: Farenheit 451 (Ray Bradbury).

3 comentários:

Antônio disse...

Livros foram feitos para serem lidos. Isso tambem vale para livros em ingles? Pois se for me desculpe, times of the twins nem sequer foi aberto aqui em casa. Só li aquela resenha na contra-capa e procurei no dicionário o que significa twins...
Sim to longe de terminar um capitulo se quer, e vc sabia né? É por isso que fez esse post???
Se quizer algum livro emprestado é só falar Maurício. rsrsrs

lioness disse...

Amei "Farenheit 451". Pena que as pessoas lêem pouco, falam demais e não compartilham nem metade do que guardam. Obrigada por compartilhar seus livros, suas experiências, seus pensamentos. Você é uma verdadeira biblioteca!

lioness disse...

Deixei uma citação a seu respeito em meu blog.