How many roads must a man walk down?

terça-feira, 17 de março de 2009

Isso mesmo, como diria o bom e velho Bob Dylan:

Quantos caminhos um homem deve caminhar antes que possa ser chamado de homem?

Há algum tempo atrás escrevi um post falando sobre o mau humor, hoje vou interromper um silêncio de mais de uma mês para falar de outro sentimento: a tristeza.

Maldita melancolia...

Maldito sentimento de impotência e de insatisfação...

Porque precisamos passar por isso?

Várias vezes ouvi que "crescemos nas dificuldades", que "os tropeços nos fortalecem" e todo esse blá blá blá de sempre, mas com certeza não é fácil pensar assim quando vemos tudo desmoronar ao nosso redor, quando tudo (e quando eu disse tudo, é tudo mesmo!) parece se esvair entre os dedos, quando mesmo aquilo que antes parecia um porto seguro se torna um recife sem faróis...

O mais legal, é ver como quanto mais as coisas desmoronam, mais nosso ânimo diminui, e quanto mais nosso ânimo diminui, menos conseguimos lutar contra a maré.

Ou seja, não importa o quanto você está triste, você sempre poderá ficar pior. Não é apenas pessimismo, é lógica!

Bom, talvez eu até tivesse mais a falar, mas que se dane.

E hoje não tem música.

1 comentários:

lioness disse...

Triste mesmo, amigo. E tristeza não tem remédio. Acho que apenas nos resta esperar que ela passe, ou a razão dela se perca nas distrações que o mundo oferece, ou que nossa alma se afunde em profunda melancolia.
Sei que não ajudei muito, mas saiba que você não está sozinho nessa.